Imãs moleculares são ideais para o armazenamento de dados

17th October 2017
Posted By : Enaie Azambuja
Imãs moleculares são ideais para o armazenamento de dados

Uma equipe da Universidade de Manchester, no Reino Unido, demonstrou que a histerese magnética, um efeito de memória que é um pré-requisito de qualquer armazenamento de dados, ocorre em ímãs moleculares a -213ºC, muito próximo da temperatura do nitrogênio líquido (-196ºC). Portanto, pode ser possível manter sistemas de armazenamento de dados com ímãs moleculares resfriados com nitrogênio líquido, relativamente barato, ao invés de hélio líquido, muito mais caro e igualmente frio (-269ºC).

O potencial do armazenamento de dados moleculares é excepcional. As tecnologias moleculares podem armazenar mais de 200 terabits de dados por polegada quadrada - cerca de 25.000 GB de informações armazenadas dentro do tamanho aproximado de uma moeda.

Os ímãs de molécula única, formados com átomos de elementos químicos da classe dos lantanídeos, apresentaram o efeito de memória magnética nas temperaturas mais altas vistas até agora.

Os lantanídeos são metais também conhecidos como terras raras, utilizados em virtualmente todos os aparelhos eletrônicos. A equipe alcançou seus resultados utilizando o elemento disprósio e acredita que pode haver outras configurações que se equiparem aos -196ºC do nitrogênio líquido.


Você deve ser logado para comentar

Escreva um comentário

Sem comentários




Inscreva-se para ler nossas publicações

Inscreva-se

Inscreva-se para ver nossos downloads

Inscreva-se

Ceramics Expo 2019
29th April 2019
United States of America International Exposition Center (I-X Center)
PCIM 2019
7th May 2019
Germany Nürnberg Messe
Electronics & Applications 2019
14th May 2019
Netherlands Jaarbeurs Utrecht Hall 7 Jaarbeursplein
Agile for Automotive 2019
15th May 2019
United States of America Detroit, MI
Sensor+Test 2019
25th June 2019
Germany Nürnberg Messe