EEPROM de dois pinos usa alimentação parasítica

18th August 2015
Posted By : Ernesto Dias
EEPROM de dois pinos usa alimentação parasítica

A linha de EEPROMs de fio único AT21CS01 foi lançada pela Atmel. Adequados para aplicações IoT, vestíveis, descartáveis, e de identificação de cabos e baterias. Os dispositivos são autoalimentados, eliminando a necessidade de fontes de alimentação ou pino VCC. O dispositivo usa alimentação parasítica pelo pino de dados.

Eles tem o melhor standby de baixíssimo consumo da categoria, 700nA. 200µA para operações de escrita e 80µA para leitura a 25°C, usando apenas um terço da potência dos competidores mais comuns.

As EEPROMs eliminam a necessidade de capacitores e retificadores, sendo mais fáceis de usar no projeto de dispositivos pequenos. Além disso, eles têm alta resistência de escrita, permitindo mais de um milhão de ciclos para cada posição na memória.

As EEPROMs também incluem uma identificação de produto simples, com um número de série único de 64 bits em cada dispositivo. Além disso, têm proteção contra descargas eletrostáticas (IEC 61000-4-2 Level 4).

Os dispositivos seguem o protocolo I²C, facilitando a migração de EEPROMs e permitindo a conexão de até oito dispositivos no mesmo barramento. Oferecem também um registro de segurança, com o número de série programado na fábrica e 16 bytes de armazenamento programável, produzindo um número de série único para rastreamento de inventário e tagging.

Os dispositivos estão disponíveis em invólucros SOT23 com 3 terminais, SOIC com 8 terminais, e WLCSP com 4 esferas.


Você deve ser logado para comentar

Escreva um comentário

Sem comentários




Inscreva-se para ler nossas publicações

Inscreva-se

Inscreva-se para ver nossos downloads

Inscreva-se

SPS IPC Drives 2019
26th November 2019
Germany Nuremberg Messe
Vietnam International Defense & Security Exhibition 2020
4th March 2020
Vietnam National Convention Center, Hanoi