ITA foi destaque em reunião sobre aeronáutica

Posted By : Enaie Azambuja
ITA foi destaque em reunião sobre aeronáutica

Representantes do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços – MDIC, Ministério da Defesa, pesquisadores e empresários brasileiros participaram, em Estocolmo, do 6º Workshop Brasil-Suécia em Aeronáutica. A organização do evento é uma parceria do governo brasileiro (MCTIC, CNPq e ITA) com o Programa Innovair, instituição do governo sueco responsável pela política para o setor aeronáutico em cooperação com o KTH.

O ITA foi representado pelo seu reitor, professor doutor Anderson Ribeiro Correia e pela professora Emília Villani, ponto focal do Instituto nas parcerias com a Suécia. Durante o encontro, o ITA foi destaque com o anúncio da FINEP, Vinnova e Senai, como líder de pesquisa de três novos projetos internacionais de pesquisa, recém escolhidos por estas organizações através de uma chamada pública envolvendo outras universidades brasileiras e suecas.

Logo após a reunião, o reitor e demais membros do grupo foram recebidos pelo Primeiro Ministro da Suécia, senhor Stefan Löfven, em um almoço no palácio do governo. Também estiveram presentes o secretário-executivo do MCTIC, Elton Zacarias, o embaixador do Brasil na Suécia, Marcos Pinta Gama e o secretário-executivo do MDIC, Marcos Jorge Lima. Pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial – DCTA, participou o vice-diretor Major-Brigadeiro Engenheiro Fernando Cesar Pereira Santos.

Segundo o reitor, o encontro demonstra o potencial que o ITA tem para unir as instituições de pesquisa, indústria, governo e Forças Armadas e pesquisas de longo prazo. “Tudo isso é de extremo interesse dos setores aeronáutico e aeroespacial, gerando futuros desafios tecnológicos que possam ser utilizados para explorar parcerias, tanto em nível acadêmico quanto industrial. A participação do DCTA e do Innovair endossa a atividade do ITA, mostrando a relevância da escola para os setores brasileiro e sueco”, complementa Anderson.

O Grupo de Alto Nível Brasil e Suécia em Aeronáutica (GAN) pode ser considerado um desdobramento da compra de 36 aviões de caça suecos da empresa Saab. Este grupo foi criado com o objetivo de promover a cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação entre academia, indústria e governos, apoiando iniciativas para a criação conjunta de projetos, estudos e outras atividades no setor aeronáutico.

Uma das principais razoes para a escolha da empresa sueca foi a transferência de tecnologia e a possibilidade de inserção das empresas brasileiras na cadeia de fornecimento global da Saab, por meio da fabricação de alguns componentes do caça Gripen NG, proporcionando ao Brasil o acesso a novos mercados.

O contrato com a empresa Sueca foi assinado em setembro de 2015 e a previsão, segundo o cronograma oficial, é que a FAB comece a receber os primeiros caças a partir de 2019. Além das aeronaves, o contrato também inclui transferência de tecnologia para o Brasil e o desenvolvimento e construção de parte das aeronaves pela Embraer.


Você deve ser logado para comentar

Escreva um comentário

Sem comentários




Mais de Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)

Inscreva-se para ler nossas publicações

Inscreva-se

Inscreva-se para ver nossos downloads

Inscreva-se

SPS IPC Drives 2019
26th November 2019
Germany Nuremberg Messe
Vietnam International Defense & Security Exhibition 2020
4th March 2020
Vietnam National Convention Center, Hanoi