Engenheiros desenvolvem plantas que brilham

Posted By : Enaie Azambuja
Engenheiros desenvolvem plantas que brilham

Seon-Yeong Kwak e colegas do MIT, nos EUA, obtiveram os primeiros sucessos na fabricação de plantas que emitem luz infundindo em plantas comuns a luminescência dos vagalumes. A equipe afirma que essa tecnologia pode ajudar a reduzir nossa dependência da iluminação artificial. A longo prazo, ele acredita que esta tecnologia também possa ser usada para transformar árvores em luzes de rua que não gastem eletricidade.

Para fazer as plantas emitirem luz, Kwak sintetizou nanopartículas de sílica com cerca de 10 nanômetros de diâmetro, capazes de transportar luciferase, uma enzima que catalisa reações biológicas, transformando energia química em energia luminosa.

Enquanto isso, nanopartículas ligeiramente maiores, feitas com o polímero PLGA e com quitosana, transportam luciferina e coenzima A, respectivamente.

As plantas foram imersas em uma solução com os três tipos de nanopartículas e a seguir expostas a alta pressão, o que fez com que as partículas entrassem nas folhas através de pequenos poros chamados estômatos.

As partículas que liberam luciferina e coenzima A foram projetadas para se acumular no espaço extracelular do mesofilo, uma camada interna da folha, enquanto as partículas menores, que transportam luciferase, entram nas células que compõem o mesofilo.

As partículas de PLGA liberam gradualmente a luciferina, que então entra nas células da planta, onde a luciferase realiza a reação química que faz a luciferina brilhar.

As plantas brilham por até 3,5 horas, mas, no momento, elas geram bem pouca luz. Um vaso de agrião luminescente de 10 centímetros gera um milésimo da luz necessária para leitura, por exemplo - metade da luz de um LED de 1 microwatt.

Por outro lado, essa mesma planta é 100.000 vezes mais brilhante do que as tentativas feitas anteriormente para criar plantas que emitam luz, usando tabaco geneticamente modificado. A vantagem da modificação genética é que as plantas já nasceriam luminescentes, não precisando ser preparadas uma a uma, como nesta técnica agora demonstrada.

Para fazer com a planta pare de emitir luz - seria necessário adicionar um composto que bloqueie a luciferase, impedindo que ela ative a luciferina.


Crédito da Imagem: Seon-Yeong Kwak 

Leia Mais.


Você deve ser logado para comentar

Escreva um comentário

Sem comentários




Mais de MIT (Massachusetts Institute of Technology)

Inscreva-se para ler nossas publicações

Inscreva-se

Inscreva-se para ver nossos downloads

Inscreva-se

Girls in Tech | Catalyst | 2019
4th September 2019
United Kingdom The Brewery, London
DSEI 2019
10th September 2019
United Kingdom EXCEL, London
EMO Hannover 2019
16th September 2019
Germany Hannover
Women in Tech Festival 2019
17th September 2019
United Kingdom The Brewery, London
European Microwave Week 2019
29th September 2019
France Porte De Versailles Paris