Estamos prontos para os cabos do futuro?

8th April 2015
Posted By : Ernesto Dias
Estamos prontos para os cabos do futuro?

Você sabia que até os anos 60, operários da Boeing usavam furões para levar cabos para dentro de áreas inacessíveis? Os animais foram aposentados por que costumavam desistir da tarefa... ou cair no sono. Darren Halford, gerente de vendas do grupo European Automation, discute o papel dos cabos nas aplicações industriais de hoje.

A indústria avançou muito desde quando usava roedores. Agora, linhas de produção cada vez mais sofisticadas e automatizadas estão ficando muito mais comuns no meio da quarta revolução industrial, ou indústria 4.0.

Com certeza, tudo na fábrica inteligente do futuro será sem fio, não? Não. Aliás, quanto mais automação, mais robôs e portanto mais fios e cabos. Com a introdução do SCARA (Selective Compliance Articulated Robot Arm, ou Braço Robótico Articulado Seletivo), movimento em seis eixos e robôs cartesianos, os cabos de alimentação e controle precisam ser flexíveis e resistentes para suportar os movimentos contínuos, frequentemente rápidos e em vários eixos.

Conectores e cabos precisam suportar a energia cinética e térmica criada pelos movimentos destes robôs. Materiais que oferecem alta resistência a torção e vibração são usados dentro de cabeamento e conectores, para garantir a redundância e confiabilidade. Estes cabos agem como as veias artificiais da força de trabalho robótica.

Além de robôs, os inúmeros sensores nas fábricas modernas necessitam grandes quantidades de cabeamento para levar sinais de volta à CPU. Estes sensores normalmente monitoram a temperatura, pressão, ou velocidade de fluxo da linha de produção.

Cabos para estas aplicações são projetados para permitir que sinais de baixo nível do sensor sejam transmitidos com precisão até o dispositivo de medição Materiais de encapamento costumam ser resistentes à abrasão, corrosão ou altas temperaturas, dependendo do ambiente. Além do chão de fábrica, cabos duráveis estão sendo usados em aplicações no setor de transportes, infraestrutura e até defesa.

A crescente demanda por conectividade em aplicações industriais significa que cabos e chicotes resistentes, além de conexões vedadas, são necessárias para garantir transmissão de dados e energia com segurança em condições cada vez mais difíceis ou hostis.

Por exemplo, cabos para aplicações militares frequentemente tem que cumprir restrições de peso; não há espaço para bagagem extra em um caça projetado para altas velocidades e agilidade. No entanto, linhas de alimentação, sinais e dados ainda precisam ser acomodadas. Estes cabos também tem que oferecer o mais alto nível de desempenho, em termos de flexibilidade, resistência a cortes, e resistência a abrasão. Consequentemente, componentes para aplicações militares precisam de certificação específica militar.

Apesar de não terem importância de vida ou morte, apesar de como algumas pessoas reagem quando um trem se atrasa, cabos externos para aplicações ferroviárias precisam ser extremamente duráveis. Especialmente com o clima "diverso" do Reino Unido.

Apesar do uso de cabos de sinais altamente resistentes ao lado dos trilhos, ainda existem algumas variáveis inconvenientes, como atos de vandalismo, que não podem ser controladas.

As consequências de um cabo quebrado ou danificado podem gerar downtimes caros. Portanto, é importante que cabos e conectores para estas aplicações sejam o mais infalíveis possível. Na European Automation, nós suprimos uma ampla gama de cabos de dados, controle e alimentação para várias aplicações industriais. O futuro pode ser visto como um paraíso sem fios, mas pelo menos no futuro próximo, robôs inteligentes usarão fios.


Você deve ser logado para comentar

Escreva um comentário

Sem comentários




Mais de European Automation

Inscreva-se para ler nossas publicações

Inscreva-se

Inscreva-se para ver nossos downloads

Inscreva-se

Vietnam International Defense & Security Exhibition 2020
4th March 2020
Vietnam National Convention Center, Hanoi